Amor e dor..
Regina Michelon
Poesia: Doces palavras criadas ao seu encanto. Enquanto Canto.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Pressão e compressão. Como usar. Quis as diferenças tecnicas?

O dicionário, deixa claro a diferença entre as duas palavras:
Pressão:
Ato de comprimir, aperto, tensão, coação, violência, opressão.
Compressão
Ação ou efeito de comprimir.
Reduzir alguma coisa de volume.

"Segundo ele, o fato de os nascimentos ocorrerem por via natural nas casas de parto facilita a compressão do tórax do bebê." Folha de São Paulo, 07/08/2009 ABB de instalar terminais de compressão em cabos de força foi concebido para conferir alta confiabilidade ao cabeamento. Esse método permite aos eletricistas fazer instalações com pouco esforço e poupando muito tempo. O benefício, é claro, é uma conexão de alta qualidade instalada a baixo custo.
– Características Gerais
3.1 . Material
Fabricação em cobre eletrolítIco, com condutividade superior a 98 %.
3.2 . Identificação
No corpo do terminal deve ser gravado de forma legível e indelével, por micro percussão, a identificação do tipo e da seção
do condutor ao qual é aplicável.
3.3 . Acabamento
O terminal deve ter superfície plana em todo o seu corpo, ser isento de inclusões, trincas, lascas, rachas, porosidades,
saliências pontiagudas, arestas cortantes, cantos vivos ou outras imperfeições incompatíveis com sua utilização.
3.4 . Proteção superficial
O terminal deve ser revestido com uma camada de nitrato de prata (nitratizado) ou de estanho (estanhado) com uma
espessura mínima de 8 microns.
3.5 . Marcação externa
Na parte externa do “corpo oco” do terminal, a uma altura equivalente à dimensão C (vide desenho), deverá haver uma
marcação externa para orientar o instalador quanto à área de compressão, no momento da instalação.
4 . CONDIÇÕES ESPECÍFICAS
4.1 . Tubo termocontrátil
O terminal maciço curto deverá ser fornecido com tubo termocontrátil, na seção equivalente à do terminal, comprimento
mínimo 90 mm, para ser aplicado no terminal após a compressão sobre a ponta do condutor.
4.2 . Desempenho elétrico
Quando aplicado corretamente e em condições normais de operação, o terminal não poderá apresentar elevação de
temperatura superior a 5ºC, em relação à temperatura do condutor ou cabo a ele prensado.
4.4 . Aplicação e instalação
O terminal deve ser próprio para a aplicação em cabos e condutores flexíveis, com a utilização de ferramentas específicas
para a atividade (alicate de compressão mecânica ou alicate de compressão hidráulica), conforme especificações das NTCs
890020/25 e 890361/78. Após a aplicação, em operação normal, a montagem não poderá apresentar qualquer distorção ou
deformação que comprometa o desempenho da instalação.
4.5 . Terminal para condutores de alumínio
Os terminais para condutores de alumínio devem ser fornecidos com gel, próprio para a aplicação, acondicionado no interior
da cavidade, protegido por um obturador removível no momento da utilização.
5 . Tipos de terminal
5.1 . Terminal maciço curto
Este terminal será aplicado na ponta do condutor que será ligada aos bornes de ligação do disjuntor e do medidor,
revestido com a isolação termocontrátil.
5.2 . Terminal maciço longo
Este terminal será aplicado na ponta do condutor que será conectada ao ramal de ligação (ramal aéreo multiplexado) ou
à rede isolada de baixa tensão ou à rede secundária convencional, através de conector cunha ou perfurante. Neste
terminal não será obrigatória a aplicação de isolação termocontrátil.
Os terminais para condutores com seção superior a 35 mm² devem ter a ponteira excêntrica para permitir uma
A Regina Michelon
Enviado por A Regina Michelon em 07/12/2019


Comentários