Amor e dor..
Regina Michelon
Poesia: Doces palavras criadas ao seu encanto. Enquanto Canto.
Capa Meu Diário Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
Pesadelos que viraram sonhos

Ela não tem mais sonhado com amores mal mamados. Dos amores que transformaram sonhos em pesadelos.
Novos sonhos, com novos personagens habitam seu travesseiro. Eu diria: Renovado personagem que retorna das cinzas.
O gato meigo e inocente de ontem é hoje um carnívoro, veloz e insaciável Guepardo.
Ele transformou as fantasias em realidade e, os sofrimentos em poesia.
Não há mais passado duro e maldito. Nem dito, o passado será mais. Será esquecido.
Ainda há noites mal dormidas. Há noites até, nem dormidas.
Quem se importa com isso? Como poderia dormir com o Guepardo na cama?
Com a febre de desejo e ardor da paixão do menino homem, que nos braços, o homem, se transforma novamente em menino. Os braços que abraçam não são mais braços distantes e frios.
Agora sente o cheiro adocicado de pastilha na boca.
Mais meigo e mais doce do que todos os doces do passado. E depois do amor, sente a ânsia do gozo e, o gosto do suor derramado.
Ver em apertado abraço dos seus braços. Sem pressa de ir.
Novamente há espaço para mais um gozo, para sonhos, nunca mais para pesadelos.

 Tiago Michelon 

http://www.michelonenergia.com.br








 
A Regina Michelon
Enviado por A Regina Michelon em 18/07/2007
Alterado em 25/11/2018
Comentários