Amor e dor..
Regina Michelon
Poesia: Doces palavras criadas ao seu encanto. Enquanto Canto.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


LAUDOS  DE ENGENHARIA e VERDADE
O laudo vai a busca da verdade. Ou seja, ser o mais fiel possível como o que está sendo relatado. Informação imprecisa ou falsa, colocam pessoas e equipamentos elétricos em risco.
Ferramentas de informação podem ser utilizadas, quando a verdadeira realidade, não puder ser identificada.
Podemos citar exemplo:
O cliente informou a existência de projeto elétrico, porém, não foi apresentado para análise.
O laudo sai assim: Recomendamos identificar a existência desse importante documento e nos enviar para execução da análise completa. Caso esse projeto não exista ou tenha sido extraviado,  providenciar a execução do AS BUILT, adequando a nova realidade e apondo as ausências indicadas, nesse levantamento.

Fomos solicitados para avaliação de desvio de energia,  O cliente só informou que não foi feito o desvio, com plena convicção. Mas não permitiu o acesso a todas as dependencias possiveis de desvivio de energia para a avaliação e medições IN LOCO, por esse motivo, não foi possível a confirmação ou não de existência desse desvio. Desvio de energia é crime. E afirmar a inexistencia também é. Esse laudo sairia assim: Não foi possível comprovar a veracidade da existência ou não do desvio proposital. Por impedimento ao acesso a todas as instalações.
O laudo Verdade, determina a responsabilidade técnica e legal do engenheiro. Isso implica em risco de perda do CREA, e prisão por responsabilidade criminal.
Temos um triste registro desse ocorrido no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, onde 242 pessoas perderam a vida.
Se o laudo fosse feito com detalhes e presença física dos profissionais, esse show não seria liberado, com fogo. 
"De acordo com o documentos, a análise das informações disponíveis até o momento aponta como causas fundamentais para a ocorrência do incêndio a combinação do uso de material de revestimento acústico inflamável, exposto na zona do palco, associada à realização do show com componentes pirotécnicos".Entre as causas as causas determinantes da tragédia, conforme apontaram os especialistas, estiveram a falha no funcionamento dos extintores de incêndio, a dificuldade de evacuação, a deficiência nas saídas e na iluminação de emergências, a falta de um mecanismo para retirar a fumaça e a utilização de materiais inadequados, como a espuma emborrachada que queimou e liberou o gás cianeto, que intoxicou a maior parte das vítimas."

A equipe Michelon Energia, preza muito para o detalhamento dos laudos.  Nossa Marca é nossa honra. Nossa VERDADE é nossa Bandeira.
 
A Regina Michelon
Enviado por A Regina Michelon em 26/08/2019
Alterado em 26/08/2019


Comentários